Siga nosso Instagram Siga nossa fanpage Siga nosso Twitter Siga nosso Youtube

O estado do Rio em suas mãos 

Quinta, 19 Julho 2018 17:02

A educação como medida de prevenção do crime

Coluna
Fachada do CAP UFRJ - Colégio Aplicação da UFRJ Fachada do CAP UFRJ - Colégio Aplicação da UFRJ Foto: Heitor Wegmann

É um desejo de todo brasileiro a busca por uma solução imediata para baixar o índice de criminalidade.


Com o aumento do índice de criminalidade no Brasil, o tema segurança vem sendo discutido cotidianamente. As pessoas discutem se o país deve construir mais presídios, aumetar a punição para determinados crimes e a maioridade penal, entre outros temas.

É um desejo de todo brasileiro a busca por uma solução imediata para baixar o índice de criminalidade e/ou cessar a crescente estatística de jovens em idade economicamente ativa que não trabalham, não estudam e acabam se perdendo nas opções de “dinheiro fácil” que surgem nas comunidades em que vivem – link de texto do educador Leonardo Saboia de Azevedo publicado nessa revista.

A solução definitiva virá com um investimento em educação básica, melhorando a qualidade do ensino mesmo antes do jardim da infância, especialmente na idade entre 1 a 5 anos.

Uma frase do antropólogo Darcy Ribeiro já chamava a atenção para a importância do investimento em educação

Em 1982, uma frase do antropólogo Darcy Ribeiro, já chamava a atenção para a importância do investimento em educação. “Se os governantes não construírem escolas, em 20 anos faltará dinheiro para construir presídios”.

Países como Noruega, Finlândia e Dinamarca, que investiram em educação de qualidade, praticamentente zeraram o índice de criminalidade.

No Brasil, a falta de investimento em educação culminou com o aumento exponencial do índice de criminalidade e a necessidade da construção de presídios, já que a população carcerária aumentou.

Durante o 4º Encontro do Pacto Integrador de Segurança Pública Interestadual e da 64ª Reunião do Colégio Nacional de Secretários de Segurança Pública (Consesp), em Goiânia/GO em 10.11.2016, a presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministra Cármen Lúcia fez a seguinte constatação: “Um preso no Brasil custa R$ 2,4 mil por mês e um estudante do ensino médio custa R$ 2,2 mil por ano. Alguma coisa está errada na nossa Pátria amada.”

O País enfrenta a pior crise no sistema prisional de sua história

A profecia feita em 1982 por Darcy Ribeiro se concretizou. O País enfrenta a pior crise no sistema prisional de sua história.

Ao investir na educação e nas medidas de desenvolvimento da primeira infância, as crianças estarão menos interessadas e propensas a cometer crimes à medida que envelhecem, tendo um impacto direto em seu  desenvolvimento e na pessoa adulta que elas se tornarão.

A valorização dos professores tem o poder de transformar o cenário atual

Escola em tempo integral de qualidade e com atividades que desenvolvam o espírito coletivo e a disciplina dos alunos, e com a valorização dos professores tem o poder de transformar o cenário atual e propiciará um país melhor, em que as criaças tenham um futuro mais digno e menos miserável. 

O Brasil não resolverá os seus problemas sociais e não reduzirá a desigualdade, enquanto não investir em um ensino de qualidade e na valorização dos professores. Investir em educação implica na diminuição da desigualdade, em salários melhores e em oportunidade igual para todos.



O Rio de Janeiro em suas mãos pela Destinos do Rio

Curta nossa página no Facebook.

Fechar

luciano aguiar de azevedo5
"Integrando os 92 municípios do estado"
(Luciano Azevedo/CEO fundador)
LEIA O EDITORIAL

Amigos da Destinos do Rio

Conheça as prefeituras, projetos, empresas, instituições, agências e assessorias da rede de colaboração de conteúdo.