Siga nosso Instagram Siga nossa fanpage Siga nosso Twitter Siga nosso Youtube

O estado do Rio em suas mãos 

Quarta, 05 Junho 2019 13:13

Praias da Barra da Tijuca e do Recreio receberão “aquele abraço” no próximo sábado

Coluna
Praias da Barra da Tijuca e do Recreio receberão “aquele abraço” no próximo sábado Foto por jcomp / Freepik

Dezoito mil pessoas. Esse é o público estimado que pretende ocupar a orla da Barra da Tijuca e do Recreio dos Bandeirantes.


Por SMAC - Secretaria Municipal do Meio Ambiente

A mobilização acontece no Dia Mundial dos Oceanos e vem celebrar o encerramento da Semana do Meio Ambiente.Promovida pelo Instituto Route Brasil, com apoio da Secretaria de Meio Ambiente do Rio de Janeiro, a iniciativa tem o objetivo de chamar a atenção sobre o impacto que o descarte inadequado do lixo vem causando à fauna marinha.

De mãos dadas, os participantes formarão uma verdadeira corrente humana que se inicia no Posto 1 da Barra da Tijuca e se estende por toda a orla até o final da Praia do Recreio.A mobilização pretende reunir voluntários de toda parte do Brasil e do mundo. Quatorze ônibus irão desembarcar cento e vinte escoteiros, já inscritos através do site do Instituto. A prefeitura do Rio dará o apoio logístico nesta ação que promete ser uma das maiores mobilizações voluntárias pelo meio-ambiente já vista na cidade.

Distribuídos em cem pontos fixos, ao longo de toda a orla da Barra da Tijuca e Recreio, passando pela reserva, o movimento “ Aquele abraço” pretende formar um grande cordão de conscientização para reverberar mundo à fora a preocupação em preservar os  oceanos para as próximas gerações.A poluição dos oceanos é algo que chama a atenção. Segundo o secretário-geral da ONU, António Guterres, 80% da poluição marinha vem do continente — incluindo 8 milhões de toneladas de plástico por ano. Para o dirigente máximo das Nações Unidas, isso “entope cursos d’água, prejudica comunidades que dependem da pesca e do turismo, mata tartarugas e pássaros, baleias e golfinhos, e encontra meios de chegar às áreas mais remotas do planeta e a toda a cadeia alimentar de que, em última análise, nós dependemos.

Para o Coordenador do movimento, Simão Felipe, o abraço às praias do Rio vai além de uma ação voluntária : “ Nós pensamos em trazer uma mensagem positiva para o Rio diante de um cenário de notícias tristes em razão das chuvas e principalmente o impacto do lixo na cidade como um todo. O Rio de Janeiro foi protagonista e pioneiro na discussão mundial sobre os oceanos e de como
preservá-los e cuidar deles de fato. No dia 8 de junho de 1992, foi criado o Dia Mundial dos Oceanos. Esse dia foi criado no Rio de Janeiro, mas ao longo dos anos, a cidade perdeu esse protagonismo e essa capacidade de falar sobre o tema. A gente vê eventos esporádicos e pontuais e de pouca expressão internacional sobre esse posicionamento do Rio de Janeiro.

A ideia, então, é trazer de novo o Rio de Janeiro  como protagonista dessa história, como de fato uma cidade que é reconhecida internacionalmente pelos oceanos, pq a praia só existe por conta dele, e como o carioca é conhecido pela praia, o Rio de Janeiro é Patrimônio Mundial da Humanidade, em termos da sua geografia, por conta dessa relação montanhosa, paisagens naturais, montanha conectada com o mar, com os oceanos, então, a gente entendeu a importância q esse habitat tem para essa cidade e o quanto ela precisava ganhar esse protagonismo para falar sobre e propor essa agenda de forma mais ampla e começar com esse evento e, futuramente, com certeza, a gente ampliar mais o debate para outros eventos com essa mesma pegada de impacto internacional”,  disse Simão Felipe.

Após o abraço, os voluntários irão percorrer a orla afim de retirar resíduos e lixo espalhados pela areia.

Com a circulação prevista de vinte mil pessoas, a Prefeitura do Rio mobilizou todos os órgãos vinculados. A secretaria Municipal do Meio Ambiente terá como ponto de encontro o Posto 5 da Barra da Tijuca,  onde também estarão concentrados os voluntários mobilizados pelo Serviço Social do Comércio (SESC).Marcelo Queiroz, Secretário do Meio Ambiente, não tem dúvida que movimentos como este devem ser estimulados: “Eles estão trabalhando por uma causa mais do que nobre e tudo isso sem nenhum centavo de dinheiro público investido. Essa é uma ação legítima!! Lutar pela melhoria dos oceanos é lutar pelo futuro de nossos filho e netos para que eles tenham, garantidas  e preservadas, as belezas naturais das praias do Rio.

Como diria a letra da música de Gilberto Gil, sábado é dia de fazer valer  “Aquele Abraço” !!



luciano aguiar de azevedo5

"Integrando os 92 municípios do estado"
         - Luciano Azevedo (fundador)

LEIA O EDITORIAL

Tweets de @destinosdorio

Amigos da Destinos do Rio

Conheça as prefeituras, projetos, empresas, instituições, agências e assessorias da rede de colaboração de conteúdo.