Siga nosso Instagram Siga nossa fanpage Siga nosso Twitter Siga nosso Youtube

O estado do Rio em suas mãos 

Segunda, 28 Março 2022 14:46

Parque Nacional da Serra dos Órgãos reabre travessia Petrópolis x Teresópolis e camping

Coluna
Parque Nacional da Serra dos Órgãos reabre travessia Petrópolis x Teresópolis e camping Foto: Divulgação

Parque fica na APA-Petrópolis, a terceira área de conservação mais visitada do país.


Por Estela Siqueira via Petrópolis Convention & Visitors Bureau

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos, uma das unidades de conservação mais conhecidas no país, reabriu a travessia Petrópolis-Teresópolis e o camping na chamada ‘parte alta’ do Parnaso. O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) responsável pela área anunciou o agendamento para a atividade já a partir de sexta-feira (25). A novidade é comemorada pelo trade turístico da cidade porque o Parnaso é considerado a melhor vitrine para o ecoturismo em Petrópolis com visibilidade no Brasil e exterior. A APA-Petrópolis, na qual o Parnaso está localizado, é a terceira unidade de conservação mais visitada do país com dois milhões de pessoas por ano (número de 2019, pré-pandemia).

O Parnaso, que teve ingresso de visitantes reduzido na pandemia, com as flexibilizações na sequência já vinha permitindo a visita nas trilhas da ‘parte baixa’ e o acesso ao Morro do Açu, porém sem pernoite. Com a abertura autorizada pelo ICMBio, serão 30 vagas para pernoite no camping da Pedra do Sino e 30 vagas para pernoite no camping do Morro do Açu, limite diário aceito. O Parque, no entanto, exige agendamento prévio pelo site oficial www.icmbio.gov.br/parnaserradosorgaos, além de uma série de recomendações de segurança para os visitantes.

travessia petropolis x teresopolis

Os Portais de Hércules, no Parnaso, são um cartão-postal do Brasil no exterior. Paredões e vales compõe o cenário que parece de ficção. As trilhas que levam às partes altas do parque com cachoeiras e uma infinidade de espécies animais e uma vegetação rica completam o que já seria extraordinário.

Pietro Mendes, que desde 2014 guia turistas na travessia Petrópolis-Teresópolis, já tem dois grupos agendados para abril e maio nesta reabertura do Parque. “Recebo muita gente de outros estados que procuram os atrativos naturais e, em especial, o Parnaso. É uma alegria poder ter de volta essa opção de aventura”, afirma.

Com mais de 19 travessias por ano (no período pré-pandemia) José Ricardo Kreischer, outro guia especializado, diz que a expectativa por este retorno é alta. “São dois anos esperando e muita gente quer voltar a fazer a travessia e quem nunca fez está ansioso”, afirma. Ele acredita que a delimitação de público é uma forma de medir também a demanda que será muito alta.

Para quem quer uma aventura um pouco mais amena, a cidade tem uma variada opção de passeios de ecoturismo e turismo rural. E a procura por estas atividades vem crescendo a cada ano.

“Ainda no período duro da pandemia tivemos o chamado ‘green tourism’ com visitantes buscando contato com a natureza e espaços amplos. Esta tendência vai permanecer e é muito saudável para o setor na cidade que tem potencial para explorar os recursos naturais. É importante ressaltar que este tipo de turismo é praticado por amantes da natureza que primam pela preservação e sustentabilidade, que é o que também queremos”, afirma o presidente do Petrópolis Convention & Visitors Bureau, Fabiano Barros.

Nos últimos 13 anos, o turismo em áreas protegidas aumentou mais de 300%, chegando a 15 milhões de visitantes em Unidades de Conservação (UCs) federais em 2019. E a APA-Petrópolis só perde em visitação para o Parque Nacional da Tijuca, no Rio, e o Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná.

Criado em 30 de novembro de 1939, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos é composto por uma área de 20 mil hectares que abrange os municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim. O Parnaso é o terceiro Parque Nacional mais antigo do país. Apenas Parna Itatiaia (1937) e Parna Iguaçu (1939) o antecederam.

O Petrópolis Convention & Visitors Bureau, que congrega empresas dos setores de hotelaria, gastronomia e prestadores de serviço, está participando do Conselho Municipal de Meio Ambiente (Condema) para acompanhar e propor ações públicas de proteção, incluindo a APA-Petrópolis.


Informações adicionais

  • Altitude: 2.275m parte mais alta (Pedra do Sino)
  • Nível de dificuldade: Alta técnica (trilha pesada, escalaminhada e escaladas)
  • Duração: 3 dias

luciano site
"Integrando os 92 municípios do estado"
Luciano Azevedo (Fundador e mantenedor)
LEIA O EDITORIAL

Amigos da Destinos do Rio

Conheça as prefeituras, projetos, empresas, instituições, agências e assessorias da rede de colaboração de conteúdo.