Siga nosso Instagram Siga nossa fanpage Siga nosso Twitter Siga nosso Youtube

O estado do Rio em suas mãos 

Terça, 02 Julho 2019 13:38

Angra dos Reis e Paraty atraem UNESCO e podem se tornar patrimônio mundial

Coluna
Angra dos Reis e Paraty atraem UNESCO e podem se tornar patrimônio mundial Foto: freepik

Candidatura engloba unidades de conservação da Serra da Bocaina, Baía da Ilha Grande, Paraty e seu centro histórico, além do valor cultural dos povos tradicionais que vivem na região.


Por Inea - Instituto Estadual do Ambiente

As belezas naturais e culturais da Serra da Bocaina, de Paraty (RJ) e Angra dos Reis (RJ), pleiteiam o título de Patrimônio Mundial Cultural e Natural, reconhecido pela Unesco. A candidatura do primeiro sítio misto brasileiro ao título foi oficializada e inclui unidades de conservação administradas pelo Inea, órgão vinculado à Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas).

O Comitê da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) se reúne, entre 30 de junho e 10 de julho, em Baku, Azerbaijão, para avaliar os 28 pedidos de sítios mundiais, sendo dois mistos, entre eles o de Paraty e Ilha Grande.

A proposta reconhece a paisagem exuberante da região, desde o nível do mar até as vegetações de altitude, com mais de 2 mil metros, assim como a biodiversidade da região, preservada no Parque Estadual da Ilha Grande, na Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul e na Reserva Ecológica Estadual da Juatinga.

“Esse reconhecimento só será possível graças ao trabalho da Seas, por meio do Inea, na administração das unidades de conservação, que abrigam as riquezas da biodiversidade da Mata Atlântica do nosso estado. As belezas naturais destas unidades devem ser conhecidas mundialmente como um patrimônio de todos, que deve ser preservado”, destacou a secretária de estado do Ambiente e Sustentabilidade, Ana Lúcia Santoro.

O patrimônio cultural da região mescla-se com o ambiental, formando um local único no mundo, que inclui peculiaridades do modo de vida de comunidades quilombolas, indígenas e caiçaras e sua forma de se relacionar com os recursos naturais.

A candidatura envolve o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), em conjunto com o Ministério da Cultura, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e o Instituto Estadual do Patrimônio Cultural - Inepac, além das prefeituras de Angra dos Reis e de Paraty.



luciano aguiar de azevedo5

"Integrando os 92 municípios do estado"
         - Luciano Azevedo (fundador)

LEIA O EDITORIAL

Tweets de @destinosdorio

Amigos da Destinos do Rio

Conheça as prefeituras, projetos, empresas, instituições, agências e assessorias da rede de colaboração de conteúdo.