Siga nosso Instagram Siga nossa fanpage Siga nosso Twitter Siga nosso Youtube

O estado do Rio em suas mãos 

Sexta, 06 Março 2020 11:19

COVID-19: O que cada um de nós pode fazer por nós e para todos

Coluna
COVID-19: O que cada um de nós pode fazer por nós e para todos Foto por Freepik

Mal o carnaval terminou e fomos surpreendidos com a notícia de que haviam dois casos de Coronavírus na Europa e América Latina.


Até a data desse texto ser publicado (06/03/2020), oito casos no Brasil haviam sido confirmados. Mas calma! Nada de pânico!  Ninguém precisa se esconder em casa por causa do coronavírus!  O que temos que fazer nesse momento é ter cautela. E se por acaso, você tem viagem programada para países onde os surtos estão maiores, segundo as orientações das autoridades no assunto, a melhor saída é adiar a ida a esses lugares.

Os infectologistas também recomendam mantermos atualizados sobre a propagação e evitarmos viajar para lugares altamente contaminados.

Mas e se realmente o surto chegar com tudo no Brasil?

Haverá locais como hospitais com pacientes em quarentena? Até o momento, o governo tem se mobilizado e feito bem o dever de casa.  Por isso, mais uma vez, afirmo que não devemos entrar em pânico e sim tomarmos atitudes pensando em nós e no coletivo, como por exemplo, mantermos em dia a nossa higiene pessoal, a começar lavando sempre as mãos.  Infelizmente, a maioria de nós brasileiros, segundo os infectologistas de plantão, adoramos tomar banho, mas lavamos muito pouco as mãos. Portanto, nada de preguiça!  Toda vez que você chegar da rua, sair do banheiro, ou antes de comer qualquer alimento, deve lavar bem as mãos com água e sabão.  Em tempos de  Coronavírus usar álcool gel (acima de 70%) também é recomendado, além desses cuidados com as mãos é bom tomarmos cuidado no caso de espirros. O vírus se dispersa através de gotículas respiratórias a uma distância de cerca de um metro e oitenta. Portanto, se tiver alguém suspeito por perto, o melhor a fazermos é manter distância dessa pessoa. E se  algo parece sujo, provavelmente está sujo. Devemos portanto limpar bem antes de tocarmos!

E todos esses cuidados não param por aí. Devem ser estendidos às superfícies comuns nas quais normalmente não pensamos duas vezes antes de apoiar a mão. São locais propícios para todo tipo de vírus, e em em se tratando de  Coronavírus, que sobrevive por várias horas após a exposição, devemos mais do que depressa, usarmos toalhas para limpar os locais em que  tocamos, como assentos de companhias aéreas, bandejas, carrinhos de supermercado e outras superfícies. Esse simples ato é uma boa estratégia para nos protegermos.

Devemos exercitarmos o bom senso quando o assunto é higiene pessoal

Todas as vezes que saímos do banheiro, temos que lavar as mãos. Esses são todos os tipos de coisas que as pessoas provavelmente sabem que precisam fazer e nem sempre se preocupam em fazer.  O mais importante é sempre lavar as mãos com água e sabão - talvez por mais tempo do que  imaginamos, ou seja, temos que ensaboar as mãos com sabão, esfregando-as, incluindo a parte entre os dedos e as unhas. Em seguida, precisamos esfregar as mãos por pelo menos 20 segundos. E só depois desse tempo é que devemos lavar bem as mãos em água corrente limpa. Secar sempre  as mãos com uma toalha de papel em lugares públicos. Em nossa residência, devemos trocar as toalhas de mão todos os dias.  Portanto, como regra geral,  todos os dias devemos ensaboar sempre que usarmos o banheiro, ou antes de comermos e depois de retornarmos da rua.

A mesma regra vale também depois de apertarmos as mãos das pessoas, depois de tocarmos em superfícies públicas e assim por diante. Se estivermos na rua, sem condições de lavarmos as mãos naquele momento, a dica é recorrer ao álcool gel (lembre-se sempre acima de 70%).

Especialistas recomendam também que devemos evitar tocar e coçar o rosto, nariz,  principalmente quando estivermos fora de nossas casas.O vírus normalmente entra pelo nariz ou pela boca. Exatamente por isso, devemos tentar reduzir a frequência com que tocamos nessas áreas, a menos que seja imediatamente depois de lavarmos as mãos.  Os especialistas lembram que a maioria de nós inconscientemente toca o nariz e a boca várias vezes ao dia. Por isso, em tempos de Coronavírus é muito importante lavarmos bem as mãos o tempo todo.  Há especialistas que ensinam um truque para quem quer evitar tocar o nariz ou a boca, porque é difícil não fazermos isso em algum momento de nosso dia a dia, mas é sempre importante evitarmos esse contato.  Mas se não conseguirmos nos policiar, os infectologistas falam que devemos pedir ajuda aos amigos e familiares, solicitando que eles nos avisem se estamos tocando o rosto, ou o nariz, para assim conseguirmos evitar tais atos.  Já para os roedores de unhas, além do truque acima, podem experimentar o esmalte com sabor amargo para banir esse comportamento.  O uso de loção para as mãos, especialmente se tiver um perfume, também servirá como lembrete de que não podemos futucar o nariz ou o rosto.  Outro ponto a destacar é que a  lavagem frequente das mãos, provocará o ressecamento das mesmas, e consequentemente teremos que usar mais loção. Isso ajudará, principalmente quem costuma morder as unhas ou roer,  da missão de quebrar esse hábito.  

Vacine-se contra a gripe 

Quem ainda não tomou vacina, a hora é essa. Além de nos manter o mais saudável possível, também limitará o número de pessoas que precisam ser examinadas por um médico. Essas atitudes só ajudarão a diminuir o tráfego nos consultórios e nas salas de emergência. Sendo assim, ao fazermos a nossa parte ajudaremos os profissionais a se concentrarem nas pessoas que realmente precisarão de tratamento no caso de um surto grave de  Coronavírus.

Outro conselho dos médicos é que nos livremos do estresse. Segundo eles,  que trabalhar demais, não dorme o suficiente, ou que exagera no uso de álcool e não tem uma dieta balanceada, não faz exercício físico, não se mantém hidratado, são as que mais ficam doentes, porque esse tipo de comportamento podem ajudar a baixar a nossa imunidade. Devemos  fazer o possível para mantermos o estresse controlado principalmente durante esse período, porque quando estamos estressados, o corpo libera adrenalina e cortisol, oprimindo partes individuais do sistema imunológico, alterando os novos glóbulos brancos e, literalmente, baixando as nossas defesas. Portanto, cuidar da saúde nesse momento, principalmente de nosso bem-estar é a melhor estratégia que temos a seguir.   

Dieta saudável é para a vida toda 

Todos sabemos que uma dieta saudável  nos ajuda a mantermos o nosso sistema imunológico forte, por isso, cuidados como dar um impulso à nossa saúde intestinal também é recomendado. Seja tomando um probiótico ou lanches com um iogurte, aveia com frutas como ameixa ou mamão. Podemos também optar em consumir menos alimentos com adição de açúcar, grãos refinados, frituras e lanches altamente processados. O melhor a fazer é optarmos pela ingestão de alimentos ricos em vitamina D, como ovos e peixes, em zinco como feijão e tofu, com beta-caroteno, como por exemplo ingestão de batata doce, espinafre, e a vitamina E, que podemos obter na manteiga de amêndoa e amendoim, além de comermos alimentos com quantidades adequadas de proteína. Além de cuidarmos da nossa dieta, temos que fugir das falsas promessas de suplementos vendidos e comercializados como capazes de prevenir ou tratar o Coronavírus.  

O uso da máscara

Segundo a Organização Mundial da Saúde não há necessidade de pessoas saudáveis usarem máscaras faciais - apenas aqueles que já estão doentes devem usá-las para que os germes não se espalhem. Lembrando que a Organização Mundial de Saúde orienta que no caso da necessidade do uso de máscara facial, a indicada é o modelo de máscara N95 bem ajustada, porque ficou comprovado que a maioria das máscaras que se vendem mundo afora, não são capazes de impedir que partículas transportadas pelo ar nos atinjam.  Além disso, pode ser contraintuitivo, porque o que essas pessoas fazem normalmente com suas máscaras? Se foi inspirado, tossido e espirrado, e elas depois ao tirarem a colocaram no bolso, estarão contaminando potencialmente tudo o mais no bolso, talvez usando-o novamente mais tarde e contaminando as mãos com as máscaras.  E no caso de não acordarmos bem, com algum sintoma de tosse, febre ou algo suspeito, devemos ficar em nossas casas. O entendimento atual é que os sintomas podem aparecer de dois a 14 dias em uma pessoa infectada.

Minha mãe falava essa frase: "Tenha fé, com fé tudo se vence"

Temos que pensar no coletivo e devemos começar cuidando de nós mesmos, simples assim. E temos principalmente, que ter fé. Fé que tudo está em seu devido lugar. Fé naquele que aqui lhe colocou e daqui pode até te retirar. Somos gotas de um oceano de amor. Com fé tudo se vence!



O Rio de Janeiro em suas mãos pela Destinos do Rio

Curta nossa página no Facebook.

Fechar

luciano aguiar de azevedo5
"Integrando os 92 municípios do estado"
(Luciano Azevedo/CEO fundador)
LEIA O EDITORIAL

Amigos da Destinos do Rio

Conheça as prefeituras, projetos, empresas, instituições, agências e assessorias da rede de colaboração de conteúdo.